quarta-feira, 29 de junho de 2011

Canção de protesto

'Sim, há alegria, realização e companheirismo – mas a solidão da alma, em sua autoconsciência medonha, é horrível e predominante.'
Sylvia Plath
_

Você veio sujo de sangue e deitou sobre a minha dor como se isso fosse te oferecer algum prazer ou salvação, quem sabe funcione como um alucinógeno... Através dos teus olhos eu não conseguia desvendar mais essa quimera. Uma noite estranha dentro de um dia longo. O abraço rápido, teu beijo veio acompanhado de um suspiro, você segura o meu rosto, toca meus cabelos, silenciosamente, depois me despeja uma dor, mais alguns fragmentos da tua vida... Detalhes que não sei juntar, não sei onde são fim e começo, o que mudou a tua vida ou o que foi só obstáculo cotidiano.

Eu bem sei que você não é feito da ausência de sorrisos mas conseguir brincar enquanto algo dói dentro de ti pode parecer vontade de não querer cuidar dessas tuas feridas, é como se depois de me dizer dentro de um pranto dolorido que algo te magoa você tentasse dizer "não é nada demais". Ninguém abandona um amor a sua própria sorte e fica à revelia, não acredita por um segundo que pode não ter volta e que tudo perderá o sentido.

Não sei porque entrei nessa história que não é minha, não sei porque nessa noite quente foi justamente a mim que você procurou pra sujar desse sangue... Eu estava longe demais, do outro lado da cidade, do outro lado de mim, bem distante de quem você deixou no último verão. Vou tirar essas marcas do meu corpo, vou desaguar as lágrimas das tuas dores. Essa mania de verdade acabará ainda que seja em minha mortalidade, em minha própria finitude.

6 comentários:

Ananda Sampaio disse...

na hora da dor não como escolher em quem despejar...fato é sempre procuramos alguém em quem sentimos o mínimo de confiança e verdade.
mas é assim.. despejamos um rio de sangue nda vida do outro q passa por nós...
verdade é q queremos sempre aliviar a nossa dor.E torcemos para q o outro queira ouvir!
=*

Cynthia Osório disse...

Na hora do sofrimento buscamos quem ou que nos dá prazer.

Felipe disse...

Oq, dizer!??????????????
Nem faço idéia, apenas sei que isso te faz humana!
Bjuz!
HA sim! Ta lindo!

Dayne Dantas disse...

Eu queria saber ao certo o que dizer... Não sei!

gabs. disse...

acho que mesmo te sujando de sangue, devias estender a mão. tão cruel abandonar alguém no próprio poço...

URBAN.GO disse...

É bom mesmo tirar as marcas do corpo, mas ... essas até nem são as piores, as piores são as da alma e pior ainda as do ... coração.
Sei que vais conseguir.
Fica bem, bom fim de semana.

Seguidores