terça-feira, 2 de novembro de 2010

Foto: Jan Saudek, 1960.

"Ah, e dizer que isto vai acabar, que por si mesmo não pode durar. Não, ela não está se referindo ao fogo, refere-se ao que sente. O que sente nunca dura, o que sente sempre acaba. E pode nunca mais voltar. Encarniça-se então sobre o momento, come-lhe o fogo, e o fogo doce arde, arde, flameja. Então, ela que sabe que tudo vai acabar, pega a mão livre do homem, e ao prendê-la nas suas, ela doce arde, arde, flameja."

Clarice Lispector





3 comentários:

URBAN.GO disse...

Bonita visão dos sentimentos!
Beijinho.

Jullyane disse...

Clarice sempre com seu olhar perspicaz acerca dos sentimentos.

Escrevi pro Eduardo no meu blog, dps dá uma olhada. Bjo bjo

LoveU

snagay disse...

Hi! friend, Could you exchange link with my site? it is new, do hope our job will be bether then now if we exchange link together
Here's mine
http://khdoc.blogspot.com/

http://khmergay.nibblebit.com/
http://amangay.blogspot.com/
cheer,

Seguidores