terça-feira, 23 de novembro de 2010

Eu te amo



'Já te vejo brincando, gostando de ser
Tua sombra a se multiplicar
Nos teus olhos também posso ver
As vitrines te vendo passar'
-
Chico Buarque





Agarra aquela mão de uma vez, suspira bem leve quando estiver perdido amarrado enrolado naqueles cabelos braços sorrisos.
Seja o par, ofereça uma estrela, o doce do algodão, seja temeroso como se fosse teu primeiro amor e sobretudo acredite nele - o tal amor.
Um balão colorido escapuliu e tá pintando o céu - você vai ver como esse momento leve será tornado inesquecível, e isso não será você quem vai escolher.
Desejo que todos os teus dias sejam o domingo que nunca acaba, entre banhos, filmes, farmácia e uma piada solta no meio do lanche da tarde.
Seja cuidadoso e aprenda a cerzir cada pequena fenda, cala esses silêncios com o gosto que você tem, usa teus olhos doces pra trazer aqueles olhos bonitos pra perto de ti, e não os perca de vista.
E nunca, nunca deixe de acreditar que ele pode mudar sua vida - o tal amor.



6 comentários:

On The Rocks disse...

i dont't believe in love - rs

urban.go disse...

Olá querida amiga!
Bonito texto .
Voltou a inspiração?
Opa que bom!
Bjs. :-)

Cynthia Osório disse...

"seja temeroso como se fosse teu primeiro amor"

aí reside o cuidado no tal amor. eu acredito!

bjo, Lú!

Jullyane disse...

Apesar de tudo, nunca nunca nunca deixo de acreditar no tal amor. Pois é ele que nos move, sem dúvida.

Há criaturas mais felizes do que as apaixonadas?

Bjo bjo, Lu
Amo vc

fao disse...

o amor sempre oferta uma estrela...

gabs. disse...

o lugar dele vai estar sempre aqui, pra quando ele quiser chegar.

nossa, quanto tempo não venho aqui :s

:*

Seguidores