quinta-feira, 13 de maio de 2010

Para sempre tua


Para Caio Fernando Abreu,
com quem morri um pouco.




Dentre tantos pedaços:

'Velho,
queria muito ter conseguido fazer você feliz como eu fui. E lamento tanto. Sinto muita saudade do que éramos, das brincadeiras, das tuas piadas, de não fazer nada, e tantas outras coisas bobas que me vem a mente quando menos espero, e salta aos olhos quando umedece todo o meu rosto. Apesar de não fazer mais parte da sua vida, você sempre está tão vivo em mim. Te escrevo todos os dias, quando me sinto mais forte vejo fotos, e quando me sinto mais forte ainda: consigo lembrar sem chorar. Mas ainda não consigo lembrar sem sofrer. Eu ainda te espero, não sei até quando. Se um dia você quiser me ver, pra conversar sobre qualquer coisa, ou tomar um sorvete, ver um filme, passear no centro no domingo à tarde... E só quero que você seja feliz.
Qualquer coisa, qualquer coisa: estou aqui.
De quem te ama muito.
L.'


10 comentários:

Cynthia Osório disse...

Quanta entrega!
Como sempre!
Bjo, Lu!

Sarah Slowaska disse...

É, me revi neste post. Mas não vi o meu Eu de agora, pois este, em comparação com um outro de um ano atrás, é livre, liberto e leve. Lembrei do outro, cheio de promessas, saudades e vontade de lembrar. A saudade pesa e faz com que a alma se arraste. Mas, felizmente, chega sempre o momento em que temos que nos levantar e desejar que, em primeiro lugar, nós sejamos felizes.

'
Um beijo querida e obrigada pela visita! Seja sempre bem-vinda!

... disse...

better man...

Jullyane disse...

Lu,

parece que escrevemos sintonizadas, sobre fins, sobre sofrimentos, sobre saudade.

Não tenho mais nada a dizer que não tenha dito (ou escrito).

Te amo

urbanogoncalo@gmail.com disse...

Uauu!
Luciana, Luciana!! Sabes vou contar-te um "segredo" sabes o que é isso dentro de tí, que volta e meia está de volta e te aperta o peito ... o coração e a alma?? É o delicado som do silêncio (pois é!). trocando de assunto (para espairecer!!) eu não tenho andado longe, eu tenho te pedido o mail, para te enviar o livro, por exemplo, para trocar ideias (a sós). Fico sempre feliz quando lês algo meu, no fundo também escrevo por ti ... para ti, convido-te a acompanhar o blog como seguidora (open ID) assim poderás ter acesso a mais admiradores cá em Portugal. Faço-te também outro desafio (apesar de estar a escrever um livro infantil, já em cima de prazo!), queres trocar temas, tipo ...um dá uma ideia, o outro escreve e vice versa. Bjs, não te conheço por fora, mas ... por dentro és ... linda!

Leca disse...

Que linda declaração de amor...
O amor...o amor...nos completa com a alegria e dor...
beijos e gentilezas...
Leca

On The Rocks disse...

foi um prazer conhecer o seu blog. muito legal. um dos melhores que descobri.

bj

gabriela m. disse...

e ficou a gentileza;

Dayne S. disse...

Amor é amor, não importa se não é pra estarem juntos, eu ouvi uma vez em Grey's Anatomy.
Me senti assim tb, várias vezes, mas agora, cada vez menos...
É difícil, sentir falta dói =/

Aninha disse...

No comments!!! :)
Só sentimentos!!!

bjs

Seguidores