terça-feira, 2 de setembro de 2008


Por aquela tão doce
e tão breve ilusão
Embora nunca mais
Depois de que a vi desfeita
Eu volte a ser quem fui
Sem ironia aceita
A minha gratidão

Florbela Espanca




Há tantas coisas que eu queria que você soubesse. Isso não quer dizer necessariamente que seria bom você estar a par de toda a situação.
Pode ser que sinta pena ou talvez não caiba em si ao sentir-se grandioso por tão edenizado querer que parte de mim.

Meu bem, há tantos pequenos detalhes.

Te espero. E sobretudo sei que é em vão, que não posso te esperar, que você não vem, que existe o amor mais antigo, além de "já passamos tantas coisas juntos".

Sempre te ofereci a minha mão, vem pular comigo nesse abismo, vamos viver o que nem nós mesmos entendemos. Não tenha medo.

"É tão bom estar perto de ti".



Luciana Lís

Seguidores